Buscar
  • Além da Estética

Drenagem linfática na gestação

Durante o período gestacional, acontecem inúmeras mudanças fisiológicas, emocionais, modificações no corpo e alterações hormonais, mas tudo é uma preparação do corpo para acolher o feto e assim proporcionar um bom desenvolvimento para ele.


Com o passar das semanas, a mamãe pode começar a sentir algumas dores ou formigamentos. Com tantas mudanças fisiológicas e estruturais, começam as mudanças no dia-a-dia, onde pode-se ter mais de dificuldade para realizar algumas atividades diárias, assim ocasionando um edema (inchaço), principalmente em regiões distais como mãos e pés.



Cerca de 80% das mulheres grávidas sofrem com o inchaço.


Neste momento a drenagem linfática é muito bem-vinda (claro, se a mamãe e o bebê estiverem saudáveis e o médico autorizar).

A drenagem em gestantes é feita em membros inferiores, superiores e nas costas, não é realizado em mamas e também no abdômen, para que as manobras não estimulem contração uterina.


São movimentos suaves, lentos e relaxantes, que estimulam o líquido em excesso a ser reabsorvido, assim proteínas e células serão devolvidas para a circulação. Os movimentos sempre irão respeitar a anatomia do sistema linfático, lembrando que NÃO DÓI E NÃO DEIXA HEMATOMAS. Pode ser feita em até 3 vezes por semana, mais do que isso não é indicado para não sobrecarregar o sistema linfático.


Quais os benefícios?

Melhora a circulação, assim diminuindo edemas e mantendo um equilibro hídrico no organismo; oxigena os tecidos; alivia dores e formigamentos; elimina toxinas e aumenta a diurese.


Quando percebo o efeito?

Pode ser durante a sessão ou no final dela, você irá sentir vontade de urinar. Se isso aconteceu, a drenagem foi bem feita e você irá muito mais vezes ao banheiro até o dia seguinte.

O efeito relaxante dela será imediato, aquela sensação de pernas pesadas irá melhorar, há relato de clientes que estavam com intestino preso e após a drenagem ele funcionou melhor...



A partir de quando posso começar a fazer?

A partir do terceiro mês (que é mais seguro), só iniciamos antes se o médico liberar, mas por segurança sua e do bebe é muito importante você conversar com seu médico sobre seu interesse, para que ele te autorize, pois em casos de gravidez de risco, ele pode não autorizar, visto que ela estimula seu sistema de defesa, e nestes casos ela pode não ser benéfica no momento.


Depois do parto, posso continuar?

Quando é parto normal e você está bem e saudável, sim. Quando é cesariana, seu médico precisará também te autorizar.


É um momento muito único e especial para a mulher e o bebê, portanto, todo cuidado é pouco. É sempre importante essas autorizações médicas, converse com seu médico ;)


Abaixo deixo alguns links de estudos feitos sobre drenagem em gestantes, vale a leitura para quem quer se aprofundar um pouco mais no assunto.


http://portalbiocursos.com.br/ohs/data/docs/39/06_-_GestaYYo_BenefYcios_da_drenagem_linfYtica_no_terceiro_trimestre_da_gravidez.pdf

http://repositorio.unicamp.br/bitstream/REPOSIP/312417/1/Spaggiari_CristinaWenderholm_M.pdf

https://www.ceafi.com.br/publicacoes/download/aacbbcb7715f5263235190e5a74e0ec13

0 visualização

© 2020 por Flávia Gonçalves Estética . Criado orgulhosamente com Wix.com

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon